Desafios e Motivação

As principais dinâmicas de desenvolvimento ao nível das atividades dos portos colocam um conjunto de desafios de desenvolvimento prementes, relacionadas com a gestão de informação e do conhecimento:

  • Maior complexidade e abrangência dos domínios de atuação;
  • Novas competências e atribuições;
  • Necessidades de reporting dinâmicas e adaptáveis aos vários níveis de decisão;
  • Mais riscos como consequência dos tempos de resposta mais apertados e da multiplicidade de solicitações a que as empresas estão sujeitas;
  • Necessidade de controlar aspectos específicos associados ao funcionamento interno;
  • Necessidade de maior rigor orçamental.

Porquê esta Solução?

Benefícios – Porquê esta solução:

  • A informação de gestão encontra-se centralizada num único ponto de acesso (data warehouse), permitindo o acesso rápido e ágil a toda a informação em formato digital;
  • Maior capacidade de análise acerca da adequabilidade das políticas aplicadas permitindo controlar índices de satisfação e identificar as principais necessidades;
  • Controlar aspectos específicos associados ao funcionamento interno:
    • Maior controlo orçamental (Desvios e Variações);
    • Monitorizar a Performance dos serviços.
  • Responder às necessidades de reporting sistemático, dinâmico e ágil adaptado à realidade dos Portos e ajustado às necessidades dos vários níveis de decisão;
  • Alavancar o investimento realizado em sistemas de informação:
    • Explorando a informação produzida diariamente, em todo o seu potencial;
    • Colmatando lacunas de integração entre os diversos sistemas em exploração na organização;
    • Reutilizar e rentabilizar os sistemas e licenciamento existentes.
  • Melhorar a “imagem” das organizações:
    • Alavancar a estratégia política sobre indicadores estratégicos;
    • Disponibilizar indicadores de interesse estratégico aos parceiros externos e à tutela;
    • Transmitir uma imagem de modernidade e inovação;
    • Melhorar a comunicação com os agentes externos (clientes, fornecedores).

Solução:

  • Baseia-se num armazém de dados (sistema de data warehousing) que incorpora conhecimento e metodologias específicas para a realidade dos Portos;
  • Acessível a partir de qualquer browser, mediante autenticação a todos os colaboradores da Organização, com gestão de perfis de acesso à informação, e através de dispositivo móvel;
  • Realiza a interoperabilidade com os sistemas de base existentes e recolhe, trata, consolida e disponibiliza informação para Gestão estratégica aos vários decisores;
  • Suporte à Gestão Portuária – Contempla indicadores de gestão e respetivas dimensões de análise que caracterizam os Portos;
  • Integração com a restante info-estrutura;
  • Self Service BI – Criação de relatórios e dashboards ad-hoc de forma simplificada com acesso direto aos indicadores e suas vertentes de análise;
  • Alertas de desempenho sobre os indicadores;
  • Personalização de Dashboards em tempo-real (agrupação de informação, inibição e disponibilização de indicadores, deslocação de linhas e colunas, criação de itens calculados sobre indicadores);
  • Análise de informação num conceito mais abrangente até ao seu detalhe, “drill down” e “drill up”, tanto na visualização gráfica como tabular;
  • Dashboards com visualização gráfica, tabular e KPIs para a deteção de padrões e tendências;
  • Informação de gestão, dimensões de análise e respetivas métricas, que compõem a solução de BI para suporte à gestão portuária;
  • Informação de gestão para suporte à geração dos ficheiros para a EUROSTAT com base na informação disponibilizada pelo sistema operacional JUPII e integrada na solução de BI;
  • Componente de reporting acessível das seguintes formas:
    • Cockpits de Gestão – Listas de Indicadores disponíveis no portal do decisor e adequados ao perfil de cada utilizador;
    • Mapas de análise – Permitem a consulta e geração automática de ficheiros planos para controlo interno ou para disponibilizar a terceiros;
    • Pivot Tables – Permite consultas ad-hoc e dinâmicas através da opção “Pivot Tables” do MS Excel e Power Pivot.
Benefícios

Benefícios – Porquê esta solução:

  • A informação de gestão encontra-se centralizada num único ponto de acesso (data warehouse), permitindo o acesso rápido e ágil a toda a informação em formato digital;
  • Maior capacidade de análise acerca da adequabilidade das políticas aplicadas permitindo controlar índices de satisfação e identificar as principais necessidades;
  • Controlar aspectos específicos associados ao funcionamento interno:
    • Maior controlo orçamental (Desvios e Variações);
    • Monitorizar a Performance dos serviços.
  • Responder às necessidades de reporting sistemático, dinâmico e ágil adaptado à realidade dos Portos e ajustado às necessidades dos vários níveis de decisão;
  • Alavancar o investimento realizado em sistemas de informação:
    • Explorando a informação produzida diariamente, em todo o seu potencial;
    • Colmatando lacunas de integração entre os diversos sistemas em exploração na organização;
    • Reutilizar e rentabilizar os sistemas e licenciamento existentes.
  • Melhorar a “imagem” das organizações:
    • Alavancar a estratégia política sobre indicadores estratégicos;
    • Disponibilizar indicadores de interesse estratégico aos parceiros externos e à tutela;
    • Transmitir uma imagem de modernidade e inovação;
    • Melhorar a comunicação com os agentes externos (clientes, fornecedores).
Solução

Solução:

  • Baseia-se num armazém de dados (sistema de data warehousing) que incorpora conhecimento e metodologias específicas para a realidade dos Portos;
  • Acessível a partir de qualquer browser, mediante autenticação a todos os colaboradores da Organização, com gestão de perfis de acesso à informação, e através de dispositivo móvel;
  • Realiza a interoperabilidade com os sistemas de base existentes e recolhe, trata, consolida e disponibiliza informação para Gestão estratégica aos vários decisores;
  • Suporte à Gestão Portuária – Contempla indicadores de gestão e respetivas dimensões de análise que caracterizam os Portos;
  • Integração com a restante info-estrutura;
  • Self Service BI – Criação de relatórios e dashboards ad-hoc de forma simplificada com acesso direto aos indicadores e suas vertentes de análise;
  • Alertas de desempenho sobre os indicadores;
  • Personalização de Dashboards em tempo-real (agrupação de informação, inibição e disponibilização de indicadores, deslocação de linhas e colunas, criação de itens calculados sobre indicadores);
  • Análise de informação num conceito mais abrangente até ao seu detalhe, “drill down” e “drill up”, tanto na visualização gráfica como tabular;
  • Dashboards com visualização gráfica, tabular e KPIs para a deteção de padrões e tendências;
  • Informação de gestão, dimensões de análise e respetivas métricas, que compõem a solução de BI para suporte à gestão portuária;
  • Informação de gestão para suporte à geração dos ficheiros para a EUROSTAT com base na informação disponibilizada pelo sistema operacional JUPII e integrada na solução de BI;
  • Componente de reporting acessível das seguintes formas:
    • Cockpits de Gestão – Listas de Indicadores disponíveis no portal do decisor e adequados ao perfil de cada utilizador;
    • Mapas de análise – Permitem a consulta e geração automática de ficheiros planos para controlo interno ou para disponibilizar a terceiros;
    • Pivot Tables – Permite consultas ad-hoc e dinâmicas através da opção “Pivot Tables” do MS Excel e Power Pivot.

Terminais Portuários com esta solução da FORDESI:

  • Porto de Luanda
  • Porto de Sines
  • Porto de Setúbal

PRECISA DE UMA SOLUÇÃO À MEDIDA?

Contacte-nos para podermos ajudá-lo.